Pessoas que bebem tem mais chances de desenvolver problemas cardíacos.


Homens que costumam ingerir grandes quantidades de bebidas alcoólicas nos fins de semana têm mais chance de desenvolver doenças do coração do que homens que consomem álcool, mesmo em maior volume, mas distribuído uniformemente durante a semana. A conclusão foi o resultado de um estudo de pesquisa na Universidade de Toulouse, na França, depois de um estudo com mais de 10 mil pessoas.

Durante a pesquisa, foram analisados os hábitos de homens de meia-idade da Irlanda do Norte e franceses. Os primeiros têm o hábito de beber durante os fins de semana, enquanto os outros consomem álcool moderadamente durante a semana. Segundo o estudo, os irlandeses apresentavam um risco 76% maior de sofrer um infarto ou morte de origem cardíaca.

Consumo moderado

Outro dado da pesquisa é que os abstêmios franceses são significativamente mais propensos a sofrer de problemas cardiovasculares do que os bebedores regulares, que apresentaram uma taxa de risco cardíaco menor.

De acordo com os cientistas, existem fortes evidências que o consumo moderado e regular de bebidas alcoólicas, seja o vinho, cerveja ou destilados, ajuda a prevenir um ataque cardíaco. Um alerta feito pelos cientistas é a relação a pessoas obesas, já que as possíveis propriedades protetoras do consumo moderado de álcool se perde e pode causar um efeito contrário, aumentando o risco de ter um ataque cardíaco. Os pesquisadores, portanto, não recomendam o consumo de bebida alcoólica como forma de prevenção a doenças.

Outros dados sobre o abuso do álcool:



0 comentários: