Mitos e Verdades sobre o Infarto





 As Doenças cardiovasculares matam cerca de 17 milhões de pessoas todos os anos segundo a Organização mundial da saúde, dentre elas o ataque cardíaco que acontece em decorrência do entupimento agudo de uma artéria do coração por um coágulo ou uma placa de gordura que se deposita na parede da artéria, bloqueando a circulação sanguínea.

O infarto é alvo de muitas dúvidas, perguntas frequentes e que acabam criando alguns mitos. Separamos algumas coisas para esclarecer um pouco mais sobre o assunto:

MITOS


PRINCÍPIO DE INFARTO: O termo princípio de infarto frequentemente usado refere-se a uma situação que não existe: ou a pessoa está sofrendo/sofreu um infarto ou está sofrendo uma angina, que é uma outra situação cardíaca.

INFARTO EM JOVENS É SEMPRE FATAL: A pessoa jovem com o coração saudável não tem um coração “treinado para a doença”, ou seja, o condicionamento isquêmico do idoso ou do doente cardiovascular dá uma maior resistência ao infarto do que ao jovem de coração saudável, o que aumenta a probabilidade de morte em infartos ocorridos em jovens.

ALIMENTOS QUE “AFINAM O SANGUE”: Muita gente diz que alimentos como alho, limão e berinjela afinam o sangue e reduzem o risco de infarto. Porém não existem estudos que comprovam esta ação dos alimentos.

VERDADES

MAIOR OCORRÊNCIA DE MANHÃ: De manhã ocorre um pico do risco de infarto motivado pela alteração do ciclo circadiano com o aumento de pressão arterial e da frequência cardíaca causados por picos de adrenalina e outros hormônios no sangue, sobrecarregando a função do coração, principalmente em pessoas com histórico de doenças coronarianas.

DIFERENTES RISCOS ENTRE MULHERES E HOMENS: As mulheres têm menor risco de infarto em relação aos homens por questões hormonais. Porém, com a mudança hormonal ocorrida na menopausa o risco de infarto iguala ao dos homens.

DEPRESSÃO AUMENTA OS RISCOS: Estudos recentes relacionam casos de infarto com quadros de depressão.

MAIOR RISCO EM FUMANTES: O cigarro é um grande inimigo do coração e pode fazer o fumante infartar mesmo estando com a coronária sadia (sem placas de gorduras – aterosclerose).

OBESIDADE vs INFARTO: Pessoas acima do peso tem maior risco de infartar por conta da sobrecarga do coração motivada por pressão alta, possíveis diabetes e mesmo a massa corporal acima do ideal.



0 comentários: