Os Problemas da gordura no fígado.

Cerca de 20% das pessoas sofre com o problema. Maior incidência ocorre com pessoas obesas. Falta de apetite, dor de cabeça, enjoo e vômito podem ser sinais de doenças relacionadas à gordura no fígado. O problema atinge cerca de 20% da população, segundo estimativas da Sociedade Brasileira de Hepatologia. Além disso, excesso de gordura no órgão pode evoluir para uma cirrose ou fibrose e até mesmo levar à morte.

A obesidade é o grande inimigo da gordura no fígado, sendo que 70% dos obesos costumam apresentar esteotose hepática. Outro vilão das doenças no fígado são o consumo excessivo de carboidratos e álcool.

Além disso, o cigarro e a falta de exercícios físicos são grandes aliados das doenças hepáticas. Para os especialistas, o estilo de vida contemporâneo está diretamente ligado ao excesso de gordura no fígado.

Doenças hepáticas

A gordura em excesso no fígado pode levar a dois tipos de doenças: a esteatose hepática, causada por má alimentação e a esteato-hepatite. Nesse caso a gordura começa a causar quadros de inflamação hepática.

Os sintomas costumam ser relacionado a outras doenças como cansaço e fraqueza. Há também a sensação de peso no quadrante superior direito do abdômen, onde localiza-se o fígado.

Se a pessoa possui diabetes, os cuidados devem ser redobrados, pois como os diabéticos possuem alto índice glicêmico, a doença provoca aumento da insulina sanguínea e maior deposição de gordura no fígado.

Sintomas não costumam ser evidentes

Na grande maioria dos casos, a perda de apetite é o primeiro sintoma de gordura no fígado. Os demais costumam aparecer aos poucos ou até mesmo não aparecer.

Apesar disso, o problema é facilmente diagnosticado por qualquer exame de imagem como o raio X, tomografia, computadorizada ou ressonância magnética. Mesmo ausente na maioria das pessoas, os sintomas, quando aparecem, são:

1) Falta de apetite;

2) Dor abdominal do lado direito;

3) Barriga inchada;

4) Cor amarelada nos olhos e na pele;

5) Cansaço;

6) Dor de cabeça;

7) Enjôo; e

8 )  Vômito;


Prevenção

Os médicos recomendam uma série de cuidados para evitar gordura no fígado. Entre eles estão:

1) Evitar bebida em excesso;

2) Pratique exercícios físicos regularmente;

3) Tenha uma dieta balanceada sem doces concentrados, gorduras saturadas e alimentos
com colesterol;

4) Use gorduras monossaturadas como azeite e óleo de canola no lugar de gorduras polinsaturadas;

5) Evite comer: pão, pizza, cachorro quente, hambúrguer, manteiga, óleos; comidas gordurosas como: feijoada, rabada, churrasco, bebidas alcoólicas, sorvete, milk shake e outros alimentos repletos de gordura;

6) Dê preferência a alimentos light, saladas, carnes magras grelhadas ou cozidas com pouco azeite, grãos e lacticínios com zero gordura e zero açúcar.


Fonte de Informação

0 comentários: