Você é um Atleta de Final de Semana?

Os médicos admitem , fazer algum exercício físico mesmo que uma ou duas vezes por semana é melhor do que nada. Você se inscreveu na academia e prometeu que, desta vez, ia seguir a programação do professor de Educação Física. Só que, como já aconteceu, a falta de tempo e os compromissos diários acabaram com seu ânimo. Tudo bem. temos uma boa notícia: praticar esportes nas horas de folga do sabadão ou domingo, pode ser a solução para quem busca qualidade de vida.

Os médicos realmente não concordam com a prática de esportes concentrada em apenas um dia. Mas se essa é a única opção que você tem, eles até recomendam — mas, obviamente, com restrições. “Entre ficar parado e praticar exercícios físicos apenas nos dias de lazer, a orientação é se exercitar. O cuidado, então, será praticá-los de forma moderada e com conhecimento técnico básico”, alerta o cardiologista Carlos Hossri, responsável pelo Programa de Reabilitação Cardiopulmonar do Hospital do Coração (HCor), de São Paulo.
Considerado um grave problema de saúde, o sedentarismo afeta 80% da população mundial. Dados do Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul (Celafiscs) mostram que o exercício moderado diminui o risco de morte em 28% nos homens e 35%, nas mulheres. Segundo o médico, o problema é passar dos limites, empregando um esforço exagerado. Aí as chances de surgirem problemas de saúde, como lesões mais graves, crises de hipertensão, desidratação e até o popular malsúbito são bem maiores — como comprovado em uma pesquisa divulgada no Jornal Americano de Epidemiologia.


CAMINHADA E BICICLETA 



• Para quem começa, o mais indicado é a caminhada e sempre até as 10 horas ou após as 16 horas. 
• Use o calçado indicado e roupas confortáveis. 
• Faça sempre alongamento durante dez minutos, antes e depois. Inicie com uma corrida leve e progressiva até aquecer a musculatura e sentir a estabilização do ritmo cardíaco. 


• No caso de corridas, se você nunca correu, comece com uma caminhada. 
• Respeitadas essas dicas, a bicicleta pode ser uma companheira excelente nas horas de lazer — mas não se esqueça dos apetrechos de segurança (capacete, por exemplo).


O risco do atleta de fim de semana é que a falta de prática faz com que ele não tome cuidados básicos essenciais. Muitas vezes, parte para as atividades sem co,nsultar seu médico, fazer exames clínicos e até alongamento. “Na ânsia de recuperar o tempo perdido, fazem exercícios de impacto, podendo ser vítimas de problemas cardiovasculares”, afirma Luís Carlos de Oliveira, professor de Educação Física e instrutor de pesquisa do Celafiscs. Para piorar, não é raro que exageros na alimentação acompanhem o treino, os exercícios e as jogadas desses ex-sedentários. Sabe o futebol regado a cerveja e churrasco do fim de semana? Nem pensar. Frituras e doces, que aumentam o colesterol e desequilibram a taxa de glicose no sangue, também devem ser abolidos. Para não errar e comprometer a saúde, a palavra de ordem é moderação.

BASQUETE E FUTEBOL 

 
• Capriche no aquecimento e no alongamento, que pode durar até dez minutos
• Depois, exercite os fundamentos do esporte. No caso do futebol, por exemplo, chutes; no basquete, arremessos; na corrida, o ritmo dos passos etc. Aí comece, de fato.
• Controle sempre a freqüência cardíaca. O cálculo é fácil de fazer: subtraia sua idade do número 220. O número obtido é a freqüência cardíaca recomendada para sua faixa etária, mas o ideal é que os batimentos sejam 60% desse resultado — em qualquer prática esportiva.



0 comentários: