Retenção de líquido, o que é e como tratar?




Quem sofre com o problema, sabe como incomoda – afinal, um dos principais sintomas é o inchaço. Estamos falando da retenção hídrica, que acontece quando o organismo deixa de eliminar os líquidos ingeridos e passa a acumulá-los entre as células.

"O corpo apresenta mecanismos sofisticados e complexos para manter o equilíbrio de líquidos – até porque mais de 2/3 dele é composto de água. Ocorre que, por diversos fatores, este sistema deixa de funcionar adequadamente e a água sai dos vasos sanguíneos e vai para o tecido subcutâneo, provocando o edema”, explica Carolina Mantelli Borges, endocrinologista da Clínica de Especialidades Integrada, pós-graduada em metabologia, medicina legal e perícias médicas pela Universidade de São Paulo (USP).



Vamos as dicas:


Evite:
Embutidos (linguiça, salsicha, paio, presunto cru, mortadela), enlatados, sal em excesso e alimentos processados como pães fermentados ou roscas feitas com sal; pães de preparo rápido ou bolos, feitos com fermento em pó, bicarbonato de sódio, sal ou feitos com misturas comerciais; cereais enriquecidos ou de cozimento rápido; cereais secos; bolachas cream cracker, pipoca salgada; pickles; salgadinhos.

 Consuma: 
chás de ervas, suco de limão, morango, abacaxi, pera, abóbora, chuchu, agrião, beterraba, cenoura, escarola, folhas de beterraba, alface, salsinha, erva doce, coentro, hortelã, tomate, broto de feijão.

 Dicas:


• Tome no mínimo 8 copos com água por dia (pelo menos 2 litros), mas nada de líquidos durante as refeições, pois dilatam as paredes do estômago e prejudicam a mastigação.

• Pratique atividade física regularmente que além de queimar calorias também refletem em um bom funcionamento do organismo. Devem ser praticados com freqüência associando-se exercícios aeróbicos (para ativar a circulação e gastar calorias) e exercícios localizados (para enrijecer a região abdominal).

0 comentários: