Proteja seu coração dos exageros do fim de ano

O fim de ano é um momento de descontração com a família e os amigos. As pessoas costumam reunir-se ao redor de mesas fartas para celebrar as festas de Natal e Ano Novo. Porém, é preciso ter cautela nesses momentos.

Os excessos alimentares, além de provocarem distúrbios digestivos, podem levar à obesidade. Os alimentos típicos desta época, como as carnes (pernil, peru e lombo) e alguns acompanhamentos (maionese, farofa e molhos), são ricos em gorduras saturadas e podem desregular os níveis de colesterol no sangue, o que é mais um agravante para o coração, pois este acúmulo forma placas de gordura nas artérias (a aterosclerose) e propicia o surgimento de angina e o infarto. Os alimentos ricos em açúcar também devem ser consumidos com moderação, já que podem ser transformados em triglicérides (gorduras provenientes da alimentação e do metabolismo) que também aceleram os processos de aterosclerose.
Os exageros nas bebidas alcoólicas também são perigosos. A ingestão de mais de três copos de bebida alcoólica em um dia prejudica o coração. O álcool causa o aumento das batidas do coração e o seu desgaste prematuro. O consumo excessivo da bebida pode resultar em pressão alta, cardiomiopatia alcoólica (danos ao músculo cardíaco), falência cardíaca e derrames, além de também aumentar a circulação de gorduras no organismo. Segundo estudos recentes, o álcool é ainda mais prejudicial do que o fumo, pois pode causar mais mortes em menor tempo do que o cigarro.
Comemorar, alegrar, orar, presentear e compartilhar, têm sido confundido ou mesmo substituído pelo simples ato de comer e beber em excesso. Vamos confraternizar com as pessoas que nos são queridas sem prejuízos à nossa saúde!


0 comentários: