Cuidados com a saúde do seu Gato



Se você acabou de ganhar, adotar ou comprar um pequeno gato é importante considerar que há alguns detalhes importantes de como cuidá-los nos próximos meses.

Os filhotes de gatos são ainda mais vulneráveis que os filhotes de cachorro. Os bichanos precisam de um pouco mais de atenção. O recomendado é que só separe o filhote da mãe após oito semanas, quando o bichano começa a imitar os hábitos da mamãe e já come ração e bebe água.

Outra questão importante é em relação à alimentação dos bichinhos. Os gatos, em sua fase de “infância”, são seletivos quanto ao que vão comer. É importante não mudar drasticamente o tipo de alimento que está dando ao felino, portanto se você está alimentando ele com leite em mamadeira continue e gradativamente vá oferecendo outro tipo de alimentação e, ainda assim, quando procure não trocar com frequência a marca das rações para não bagunçar o intestino do gatinho.

Caso haja necessidade de mudança de ração, ofereça pequenas quantidades da ração antiga em conjunto com a nova que deseja mudar e vá, aos poucos, diminuindo a proporção da ração antiga e aumentando a da nova até ela se torne 100% consumível pelo felino. Sempre é importante lembrar que os filhotes deverão comer ração para filhotes até um ano de idade, pois elas são balanceadas e garante um bom desenvolvimento muscular, ósseo e pelagem bonita.

Os gatos são um dos poucos bichos que mais se preocupam com limpeza, portanto deixe sempre água fresca à disposição e a troque regularmente. Além disso, eles gostam de dormir em lugares confortáveis, portanto ter uma boa caminha também é importante. Uma boa dica: os filhotes são supersensíveis, portanto não a deixe perto de corrente de ar.

Muitas vezes não é preciso ensinar um gatinho onde fazer cocô nem xixi. Por instinto, ele irá direto para a caixa de areia e, depois, enterrará a sujeira. Nem por isso sua casa ficará livre de odores desagradáveis, isto é, se você não mantiver a caixa limpa.
Também é importante ficar de olho na vacinação do seu gatinho, caso tenha pego ele em uma feira de adoção ou com alguém pergunte, se ele já tomou alguma vacina ou foi vermifugado. Caso tenha pego na rua, procure um veterinário para verificar a saúde do seu animalzinho. É importante vacinar os cães e gatos ainda filhotes e repetir as doses pelo menos uma vez ao ano.


                                             

                                 Fonte:  http://www.cachorrogato.com.br/gato/filhotes-gatos/
Fonte: https://saude.abril.com.br/bem-estar/os-cuidados-que-os-gatos-precisam/
Fonte: http://patrocinados.estadao.com.br/portal-animal/2015/12/11/vacinas-indispensaveis-para-o-seu-cao-ou-gato/
Fonte: http://www.cachorrogato.com.br/gato/filhotes-gatos/

0 comentários: